POSTAGENS

Ong criada no subúrbio do Rio ajuda a difundir importância do seguro Dpvat

A Organização não Governamental – ONG – Centro Cultural Social e Ecológico de Madureira – Rio de janeiro (CCSEM-RJ) abraçou, há três anos, uma importante causa social: o apoio às vítimas de acidentes no trânsito, através do “Projeto Sinal Aberto” e do “Núcleo de Assistência Social às Vítimas no Trânsito”.

Segundo o presidente da organização, Elias Mendes, o foco está na ampla divulgação dos direitos do acidentado. Essas pessoas, na maioria das vezes, pertencem às camadas da sociedade de menor poder aquisitivo e não conhecem os seus direitos, especialmente os relacionados às coberturas do seguro Dpvat. “São presas e vítimas fáceis nas mãos dos aproveitadores. A nossa ação visa a divulgar, em todos os níveis da sociedade, que no caso de vítimas nos acidente de trânsito tudo pode ser tratado, inclusive e principalmente o recebimento da indenização do seguro Dpvat sem a figura ou a presença de intermediários. O processo é muito simples e sem qualquer custo para a vítima”, assinala Elias.

A partir de janeiro, o CCSEM-RJ irá desenvolver uma pesquisa nos hospitais públicos do estado, com todos os vitimados nos acidentes de trânsito. O objetivo é apurar as principais causas dos acidentes e a extensão dos danos. Tais informações servirão de base para futuras campanhas de educação no trânsito e, mais especificamente, para que se possa chegar às vítimas antes dos intermediários. Assim, a vítima ou o responsável, quando for o caso, serão informados que os seus direitos são totalmente assegurados, no que tange a qualquer indenização, sem que seja necessário pagar qualquer quantia ou percentuais sobre a sua indenização.

Elias Mendes adianta que estão sendo desenvolvidas e estudadas outras ações, em parceria com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) – que regula e fiscaliza os transportes nos ramos rodoviário, ferroviário e dutoviário -; a Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor), que congrega dez sindicatos de empresas de ônibus; e concessionárias de estradas privatizadas para a divulgação, através de folhetos explicativos sobre o seguro Dpvat.

Outra meta é a contratação de um executivo de mercado, com sólidos conhecimentos na área dos seguros Dpvat, para comandar o projeto. “Com essa aquisição, o projeto ganhará ainda mais credibilidade”, observa Elias Mendes, que já fez o convite ao executivo, o qual possui excelente acesso com corretores e reguladores.

O CCSEM-RJ foi fundado em junho de 2000. Desde então, vem se destacando na execução de inúmeros projetos voltados para as camadas mais pobres da população. Entre essas ações destacam-se o “Alimentar Esperança: Refeições ao custo de R$ 1,00”, que já foi, inclusive, citado e elogiado em reportagem da Rede Globo; o “Saúde.com, que oferece consultas e exames laboratoriais a custos populares; o “Apoio ao trabalhador”, com a recolocação no mercado de trabalho; e o “Plantando o Futuro”, através de parcerias com entidades no trabalho com menores carentes, entre outros.

Anúncios